GMH Alimentos explica instalação de frigorífico em Itararé

Na quarta-feira (7/3), em encontro na Câmara Municipal de Itararé, a direção da GMH Alimentos esteve reunida com representantes do Executivo, Legislativo, imprensa e da população para apresentar o andamento do projeto de instalação do complexo frigorífico avícola na cidade.
Pela GMH, presentes o presidente Ghassan Saab e os diretores Mahmoud Saab e Luiz Paulo Rover. Pelo Executivo, o prefeito Heliton do Valle, o secretário de Agricultura Castelar Pimentel, o secretário de Administração Jerônimo de Almeida e o chefe de Gabinete Felipe Guimarães. Pelo Legislativo o presidente da Câmara, Serginho Stadler, e os vereadores Beto do Gás, Darci Coutinho, Edenilson Genaro, Clei, Marcinho Guerreiro, Roberto Cogo, Professor João e Tião do Bairro.
Segundo a GMH serão investidos cerca de R$ 1 bilhão de reais para construção do complexo em três áreas cedidas pela Prefeitura e que consta de matrizeiro/cria e recria/incubatório, fábrica de ração, frigorífico e 500 granjas, 2/3 delas terceirizadas para produtores da região (veja mapas anexos com vista aérea dos três terrenos e respectivos projetos).
Quando em pleno funcionamento a empresa estima o abate de 400 mil aves/dia com a geração de 1.200 empregos diretos em todo o conjunto. O frigorífico vai utilizar tecnologia de ponta, todo automatizado, praticamente não havendo contato manual com a carne processada. A maior parte da produção será exportada.
Na semana passada foi protocolado na Secretaria Estadual do Meio Ambiente o pedido de licença para sua instalação. Concedida a autorização a previsão é de três anos para começar a funcionar.
“A frustrante tentativa de se instalar no Paraná, inicialmente em Piraí do Sul e depois em Jaguariaíva, é agora uma página virada. Perdemos ali cinco anos de nossas vidas e nada aconteceu. Sentimos em Itararé a confiança e a ação que precisávamos do poder público para finalmente colocar o projeto em andamento”, declara o diretor Luiz Paulo Rover, sócio do empreendimento.
“Temos trabalhado muito, mas com os pés no chão, passo a passo. Sabemos que com este empreendimento poderemos estar escrevendo uma nova história, com a geração de tantos empregos diretos e indiretos, além do aumento da receita do município”, explica o prefeito Heliton do Valle.
“Fomos parceiros do Executivo na análise e aprovação do projeto de cessão dos terrenos, feita de forma rápida mas cercada de todo cuidado que tal decisão pedia. O complexo avícola pode significar a redenção econômica de Itararé. É para isso que continuaremos trabalhando,” declara com otimismo o presidente do Legislativo, Serginho Stadler.

Publicado em 13/03/2018