Câmara homenageia Zé Vieira

Na sessão de segunda-feira (12/3), a Câmara aprovou por unanimidade projeto de lei, de autoria do vereador Serginho Stadler, que dá denominação de José Vieira de Barros à rua Um, no Jardim Ipanema.
O homenageado, popularmente conhecido por Zé Vieira, nasceu em Buri e veio para Itararé em 1947 para trabalhar na Estrada de Ferro Sorocabana.
Foi casado com a professora Avelina e tiveram quatro filhos. O primeiro faleceu com poucos dias de vida, mas depois vieram José Vieira, Mauro e a filha Josélia.
Zé Vieira teve uma intensa atuação social e principalmente filantrópica.
Suas campanhas, como as famosas feijoadas, beneficiaram entidades de Itararé e região, dentre elas a antiga Casa Paterna, Vicentinos, escolas públicas, associação de bairros, Igreja Católica em várias comunidades, Assembleia de Deus, Centros Espíritas, Unipa, Tiro de Guerra, Coral Santa Cecília e Apae, entidade que presidiu por dois anos.
Membro da Loja Maçônica Amor e Justiça foi responsável pela manutenção de duas vilas que abrigavam mulheres pobres em situação de abandono. Este trabalho altruísta lhe rendeu o título de cidadão itarareense, concedido pelo Legislativo.
Participou da diretoria do Clube Atlético Sorocabana (Casi), do Fronteira e fez parte da Comissão Construtora do Primeiro de Maio (Primeirão), na praça da Matriz.
No final da vida, já debilitado, ainda reunia forças para distribuir mantimentos aos catadores de recicláveis, atividade mantida com recursos de um fundo criado por ele e por voluntários.
Zé Vieira faleceu em 2016, aos 92 anos de idade.

Publicado em 15/03/1018