Legislativo busca soluções para a Pauliceia

Na quinta-feira (5/10), vereadores de Itararé estiveram no Palácio dos Bandeirantes para audiência com o subsecretário da Casa Civil, Daniel Scheiblich Rodrigues.
Em pauta o problema do leilão das onze casas do Jardim Pauliceia, marcado para o próximo dia 18/10. Segundo Rodrigues o assunto será tratado de forma prioritária e discutido com as secretarias e órgãos envolvidos, na busca de uma solução favorável às famílias afetadas.
Já na sessão da Câmara da última segunda-feira (2/10), que contou com a presença maciça dos moradores da Pauliceia, os vereadores haviam manifestado total solidariedade à causa, se comprometendo a ajudá-los, acionando para isso os meios políticos e jurídicos disponíveis.
PARA ENTENDER O CASO
Em 1971 o governo estadual tomou posse de uma área no atual Jardim Pauliceia. Um oportunista invadiu o local – em que hoje estão as onze casas relacionadas no leilão – e com documentos falsos vendeu os terrenos para pessoas de boa fé.
Com o passar dos anos o governo tomou conhecimento da “suposta invasão” e ingressou judicialmente contra o indivíduo que tomou as terras para si. O processo de reintegração correu por fórum de Diadema e o Estado ganhou a causa.
Com a retomada foi solicitada e aprovada pela Assembleia Legislativa autorização para a venda destes terrenos, o que originou o leilão que está marcado para o próximo dia 18/10.
As famílias envolvidas foram vítimas de um golpe e são chamados juridicamente de terceiros de boa fé.

Publicado em 9/10/2017